Gramática

Gramática é a sistematização dos fatos contemporâneos de uma língua.

Sintaxe

A análise sintática examina a estrutura do período em orações que o integram; decompõe o período em orações e cada oração em seus elementos (termos).

O exame da estrutura de um período chama-se análise sintática externa. O exame da estrutura de cada oração de um período chama-se análise sintática interna.

Em análise sintática, cada palavra da oração é chamada de termo da oração.

Termo - é a palavra considerada de acordo com a função sintática que exerce na oração.

Na análise sintática, a palavra interessa pela função que exerce. A classificação morfológica e a significação têm importância secundária.

PERÍODO COMPOSTO

O período é uma unidade da fala que consiste numa sequência frasal com unidade de sentido e equilíbrio rítmico. Termina o período por ponto (final, de exclamação, de interrogação), isto é, por uma pausa que fecha o circuito. Quando o período fica inconcluso, usam-se os pontos de reticências.

Período é a frase constituída de uma ou mais orações. Conforme sua composição, pode ser:
simples - quando constituído de uma só oração, chamada de oração absoluta;
composto - quando formado por mais de uma oração.

Composto é o período que possui mais do que uma oração. O estudo do período composto subentende a classificação das orações.

A análise sintática externa consiste em determinar o número de orações de um período, separar essas orações e atribuir um nome a cada uma delas.O período pode ser composto por coordenação, se constituído de orações coordenadas (de valor igual); composto por subordinação, se constituído de oração principal mais oração subordinada ou subordinadas. Ou ainda, composto por coordenação e subordinação, se constituído de orações coordenadas e subordinadas.Assim, um período pode ser composto de orações dependentes e/ou orações independentes.

Oração independente - é aquela que não exerce função sintática de outra a que se liga.

Há dois tipos de orações independentes: as coordenadas que formam uma sequência, relacionadas pelo sentido; as intercaladas, não pertencentes à sequência, aí aparecem como elemento adicional que o falante julga ser esclarecedor.

Oração dependente - é aquela que exerce função sintática de outra e vale por um substantivo, adjetivo ou advérbio.

A oração dependente é um termo sintático que tem a forma de oração. Elas são subordina- das porque, exercendo uma função sintática da principal, são pertencentes a esta numa sequência oracional.

Principal - quando não exerce função sintática em outra oração do período composto por subordinação. (Eu sei que a Terra é redonda) "Eu sei" oração principal; "que a Terra é redonda" oração subordinada.

Oração subordinada - quando funciona como um termo ou parte de um termo essencial, integrante ou acessório de uma oração.

Oração coordenada - quando, à semelhança da principal, não é termo de outra oração nem a ela se refere. Justapões-se ou liga-se com conjunção coordenativa a outra oração.

Absoluta - quando vem sozinha (Vamos para a escola).

Oração reduzida - é aquela que tem seu verbo numa forma nominal: infinitivo, gerúndio ou particípio.


O número de orações em um período é proporcional ao número de verbos.

Os processos básicos de se relacionar as orações num período composto são a coordenação e a subordinação de ideias.

Coordenação – pressupõe valores sintáticos do mesmo nível. "Oração coordenada é a que está posta ao lado da outra, de igual natureza e igual função". (Gladstone)

Subordinação – é o processo de hierarquia de elementos. "Oração subordinada é uma oração que depende da outra". (Luft)

Na coordenação, juntam-se orações independentes do ponto de vista sintático, mas que se relacionam através do sentido. O nexo lógico é estabelecido pelas conjunções coordenativas ou pela pontuação. Na subordinação a relação entre as orações é mais íntima, já que entre elas, além de haver uma dependência semântica (de sentido), há também dependência sintática, ou seja, uma oração é termo de outra oração. A relação de subordinação entre orações é estabelecida pelas conjunções subordinativas, ou pelas formas nominais (gerúndio, infinitivo, particípio), ou por pronomes relativos.

As conjunções não devem ser vistas como meros conectivos (palavras aparentemente sem cargas significativas que ligam outras palavras ou orações), mas como elementos capazes de estabelecer relações de significado entre elementos da oração.

Período simples

Simples - quando constituído de uma só oração, chamada de oração absoluta.

Período é a unidade da fala que consiste numa sequência frasal com unidade de sentido e equilíbrio rítmico. Inicia com letra maiúscula e termina o período por ponto (final, de exclamação, de interrogação), isto é, por uma pausa que fecha o circuito. Quando o período fica inconcluso, usam-se os pontos de reticências. A oração se compõe em termos* ou componentes sintáticos. No estudo das classes gramaticais pode-se perceber que cada uma delas possui funções sintáticas, pois estas funções são que constituem os termos da oração. A função sintática interna é o estudo dos termos dentro da oração. No que diz respeito ao estudo dos termos da oração, temos os termos essenciais, os termos integrantes e os termos acessórios da oração.

*Termo - é a palavra considerada de acordo com a função sintática que exerce na oração.

Termos essenciais - são aqueles que sustentam a mensagem transmitida por meio de uma oração. São eles: o sujeito (também chamado de sintagma nominal) e o predicado (também chamado de sintagma verbal). "O estudante usa um dicionário": sujeito - O estudante; predicado - usa um dicionário.

Termos integrantes - são aqueles que integram, isto é, completam o sentido de verbos e nomes transitivos. São indispensáveis à compreensão da mensagem. Os termos integrantes são: complementos verbais (objeto direto e indireto), complemento nominal e agente da passiva.

Termos acessórios - são aqueles que dispensáveis para o entendimento do enunciado. No entanto, acrescentam uma informação nova à oração, determinando ou qualificando outros termos. São considerados termos acessórios: o adjunto adnominal, o adjunto adverbial e o aposto.

Nota:
O vocativo é um elemento da oração que não está enquadrado em nenhum dos termos, porque é apenas utilizado para chamar a atenção, interpelar algo ou alguém. Ele não se enquadra na estrutura da oração, é colocado antes ou após a oração para evidenciar um chamamento.

Ensino com Tecnologia - Professor Osvaldo Andrade
ocsanmail@gmail.com